COMO ESCOLHER A PARTE DE BAIXO DA GRAMA SINTÉTICA?

Postado por Total Grass14 junho, 2019

Para garantir o melhor desempenho da grama artificial no seu projeto, seja ele esportivo, seja decorativo, é importante se atentar ao suporte, isto é, a parte de baixo da grama sintética. A grama sintética tem se tornado cada vez mais comum em campos esportivos e áreas decorativas, como residências, playgrounds, brinquedotecas e jardins de infância. Independentemente da finalidade, a grama sintética é escolhida para esses projetos por três fatores:
  • Durabilidade
  • Resistência
  • Segurança
Portanto, uma das etapas mais importantes, e que muitas vezes é esquecida no desenvolvimento de um projeto, é a escolha da base da grama sintética que, dependendo da aplicação e usabilidade, pode impactar diretamente na vida útil do gramado instalado. Existem três tipos de suportes para gramas sintéticas, cuja aplicação varia de acordo com a utilização, isto é, sua finalidade:
  • Látex, com ótima dispersão de água com partículas de borracha;
  • PU ou poliuretano;
  • PRT, um revestimento com tecidos adesivos, 100% reciclado e com boa permeabilidade.
Além disso, local, tipo de solo e intensidade do fluxo de pessoas são fatores cruciais para garantir a escolha do material mais adequado para um gramado sintético que atenda às necessidades de sua instalação. Outro aspecto a ser considerado antes de tirar seu projeto do papel é a altura da grama, totalmente relacionada à sua durabilidade e eficiência.  

Na Total Grass, nós oferecemos os gramados:

– 10 mm: recomendada para uso escolar, playgrounds e parques urbanos. – 12 mm: também indicada para uso decorativo, esse tipo de grama é uma ótima opção para atender clientes que buscam qualidade, durabilidade e segurança em playgrounds, tapetes decorativos para  pets. – 20 mm: é amplamente utilizada para ambientes decorativos por conta dos seus fios totalmente lisos e esteticamente agradáveis. – 30 a 45 mm: são gramados mais similares ao gramado natural e é utilizada em projetos decorativos por conta da sua naturalidade. Os fios, que vêm em duas tonalidades de cor, dão justamente essa sensação de natureza e naturalidade se comparados a um gramado natural. – 50 mm e 60 mm: são recomendadas para prática esportiva e são utilizadas em projetos de campos de futebol, quadras de tênis, putting green e minigolfe. Seus fios mais longos são capazes de aguentar melhor o impacto dos atletas e as condições climáticas. Para campos esportivos, por exemplo, onde o fluxo de pessoas e intensidade do uso é mais alto recomenda-se gramados com fios mais compridos e bases PU, com melhor ancoragem, chegando em alguns casos a 100%. No geral, para quem busca beleza ou conforto, seja em práticas esportivas, seja em ambientes decorados, a grama sintética é a melhor opção, com o melhor custo-benefício, em razão da pouca necessidade de manutenção, alta durabilidade e similaridade ao gramado natural. Deseja utilizar grama sintética no seu projeto? Fale com um especialista Total Grass e veja quais as melhores opções customizadas para seu ambiente decorativo ou esportivo.

Posts recentes

Por Flavio Jesus30 junho, 2020

Soft Nude

Por Flavio Jesus2 junho, 2020

xeque-mate

Por Flavio Jesus14 maio, 2020

Vai uma manutenção aí?

Recentes

>> Soft Nude

>> xeque-mate

>> Vai uma manutenção aí?

>> Inovação no esporte


Recentes

Sobre Nós

Excelência no fornecimento, instalação e manutenção de gramas sintéticas.

Escritório e Showroom

Avenida Europa, 600 – Jardim Europa

Bragança Paulista – SP

CEP 12919-280

Fale com a gente

+55 11 4033-3206

+55 11 2473-9341

+55 11 94196-5816 (WhatsApp)

Inscreva-se em nossa newsletter

© 2019 – All rights reserved.

Termos de Uso | Política de Privacidade